8 dicas para impulsionar as redes sociais da sua empresa

As redes sociais são, hoje, um dos principais canais de comunicação entre as empresas e seus consumidores. Por esse motivo, elas também representam poderosas ferramentas para conquistar mais oportunidades de negócios.

Mas você sabe como impulsionar as redes sociais e conquistar mais clientes? O que deve ser considerado na construção das estratégias de marketing para esses canais?

No post de hoje, vamos falar sobre algumas ações que podem fazer as redes sociais alavancarem os seus negócios. Confira!

Como impulsionar as redes sociais?

FacebookTwitterLinkedin, entre outras — seja qual for a rede social escolhida pela sua empresa, ela precisa ser monitorada constantemente, com novas postagens, campanhas e interações com seu público-alvo para que se torne uma referência e que traga bons resultados. Para isso, veja as 8 dicas que listamos:

1. Conheça seu público-alvo

A primeira dica é uma das mais importantes da nossa lista. Conhecer seu público-alvo vai não só impulsionar as redes sociais, como guiará todas suas ações de vendas.

Por isso, é essencial saber as necessidades dos seus potenciais clientes, o que buscam e querem, onde estão e como se comunicam. A partir desses dados, você e sua equipe serão capazes de traçar estratégias mais assertivas, com melhor resposta e menor custo e tempo, além de estreitar relacionamentos.

2. Faça uma boa curadoria de conteúdo

Antes da popularização da Internet e do marketing de conteúdo, nós éramos bombardeados diariamente por uma infinidade de ações de Outbound Marketing — o “Marketing de Saída”.

Basicamente, o que caracteriza o Outbound Marketing são as estratégias de interrupção. Um exemplo básico disso são os intervalos de um filme na TV para exibição de propagandas. O problema é que ninguém gosta de ser interrompido!

Para conquistar a atenção dos usuários de redes sociais, é importante fazer uma boa curadoria de conteúdo. Isso possibilitará à página da sua empresa vencer a resistência natural do público a qualquer informação que pareça uma propaganda.

Uma boa dica é ficar ligado nas métricas de resposta (comentários e compartilhamentos) para avaliar qual tipo de conteúdo agrada mais seus fãs.

3. Crie uma rotina de postagens

Para impulsionar as redes sociais, não adianta criar uma fanpage ou um perfil e deixá-lo parado. Com o dinamismo das redes, um conteúdo postado há dois dias já é considerado antigo.

Por isso, mantenha uma rotina de postagens, de forma natural. Prepare alguns posts e deixe-os na fila de espera, para que, em caso de haver algum imprevisto, você tenha material para compartilhar.

Não há um número exato de quantas postagens você deve fazer em um determinado período de tempo. O mais indicado é encontrar o equilíbrio. Você não deve ser ausente, porém não deve ser aquela pessoa chata que inunda as redes sociais com postagens a todo instante.

4. Interaja com seus seguidores

Uma das principais regras para utilizar as redes sociais em benefício do seu negócio diz que se você não iniciar uma interação com alguém, ninguém vai interagir de volta.

Como mencionamos, as pessoas possuem certa resistência ao marketing e, por isso, vão evitar o contato com perfis de empresas. Portanto, é essencial que a própria marca cultive os relacionamentos.

Quando um seguidor deixar um comentário nas suas publicações, responda! Instigue as pessoas a comentarem, compartilhar, darem curtidas e RTs (retweets) pois essas atitudes fortalecerão sua marca.

O Facebook, por exemplo, usa a quantidade de interações dos seguidores (curtidas, comentários) para determinar o alcance orgânico das postagens de uma página. Quanto mais interações ocorrem, menor é a necessidade de pagar para impulsionar suas postagens.

5. Alterne posts de nutrição e direcionamento

Existem dois tipos de postagens em redes sociais de empresas: nutrição e direcionamento de público. Nas postagens de nutrição, a página oferece conteúdo qualificado e de interesse dos seus seguidores. A ideia é fazê-los ficarem mais conectados e interagirem com a marca.

Já nos posts de direcionamento, a empresa, normalmente, divulga um link de alguma landing page para tentar direcionar os seguidores para uma compra ou interação mais estreita com o negócio.

O mais interessante para a empresa é alternar postagens dos dois tipos. Teste frequências diferentes para descobrir o que funciona melhor com seu público.

6. Use as opções de direcionamento

Facebook oferece uma opção interessante de segmentação e direcionamento das suas publicações para determinados tipos de público. Por exemplo, a página pode preparar um post atraente com uma imagem chamativa e direcioná-lo apenas para jovens até 22 anos.

Mas, afinal, qual é a vantagem de exibir posts para um só grupo de pessoas, se é possível mostrá-los para mais gente? A razão dessa estratégia tem a ver com o alcance orgânico da plataforma.

Ao invés de mostrar suas publicações para todos os seguidores, o Facebook as exibe apenas para uma pequena parcela. Essa fatia do público gira em torno de 5% do total de fãs da sua página.

Por isso, é mais vantajoso fazer um post focando em um grupo — mulheres, por exemplo — e direcioná-lo para esse público, aumentando assim a probabilidade de interações e, por consequência, o aumento do alcance orgânico.

7. Encontre sua linguagem e posicionamento

Nem tudo o que é popular na Internet vai funcionar para a sua empresa. Hoje em dia, por exemplo, muitas páginas apelam para uma linguagem divertida, usando memes e imagens engraçadas. Mas isso não vai, necessariamente, funcionar com o seu público.

Mais do que replicar as técnicas consagradas, sua empresa deverá encontrar linguagem e posicionamento próprios, sempre se baseando no seu público-alvo. Isso vai gerar mais identificação, proporcionando uma conexão natural e duradoura.

8. Tenha cuidado com as métricas de vaidade

As redes sociais fornecem dados bem interessantes. A partir da análise do alcance e ações de uma publicação, consegue-se perceber o que atrai mais seu público, o que mais chama a atenção, e isso pode ser usado para gerar maior engajamento com a marca.

Porém, há uma armadilha que você não deve cair: as métricas de vaidade. As métricas que merecem nossa total atenção são aquelas que nos auxiliam na tomada de decisões. Porém, o número de curtidas em uma página ou postagem, por exemplo, não nos leva a uma ação determinante.

Muitas empresas se preocupam demais com os likes, mas o que esse dado representa? Em primeiro lugar, esse número pode ter sido comprado, o que já desmotiva seu controle. Em segundo, vários motivos podem levar uma pessoa a curtir uma página, sem ter uma determinação direta do que a motivou.

Por outro lado, é importante ter em mente que o número de curtidas não é um dado inútil, pois pode ser utilizado para avaliar a resposta às publicações. Ainda assim, tome cuidado para não concentrar suas ações nessas métricas. Avalie o engajamento — compartilhamentos e comentários —, eles sim mostram o impacto de suas postagens.

Siga nossas dicas para impulsionar suas redes sociais

As redes sociais abriram espaço para uma comunicação mais efetiva e dinâmica com os consumidores. É possível personalizar o atendimento, mostrar melhor os diferenciais e curiosidades, conhecer mais a fundo os potenciais clientes e aumentar a visibilidade da marca, tudo isso com custo bastante atraente.

Para impulsionar as redes sociais, portanto:

  • esteja atento ao seu público-alvo;
  • faça uma curadoria do conteúdo;
  • crie uma rotina de postagens;
  • interaja com seus seguidores;
  • alterne os tipos de materiais;
  • direcione suas campanhas;
  • encontre a linguagem e posicionamento corretos;
  • tenha cuidado com as métricas de vaidade.

Seguindo essas dicas, com certeza terá sucesso e fará bom uso das redes sociais para alavancar seu negócio.

Gostou de entender melhor como impulsionar as redes sociais da sua empresa? Então aproveite que as nossas dicas estão frescas na memória para baixar nosso Guia completo: 5 estratégias para promover a sua empresa na internet: é gratuito!

Relacionado

Sem Comentários

Escreva um Comentário